A depressão é conhecida como “doença da alma”. Crenças e filosofias à parte, a depressão é uma doença psiquiátrica crônica, que necessita do tratamento adequado.

É comum o deprimido apresentar tristeza profunda, falta de ânimo, apetite, baixa autoestima, combinados e/ou juntamente com outros sintomas.

Nem toda tristeza é depressão. É importante saber diferenciar o sofrimento, o desalento, os medos do dia a dia, o sofrimento pela morte dos pais, da tristeza que trava, impede de viver, levando, muitas vezes, até mesmo a pensamentos suicidas.

Segundo Drauzio Varella, a depressão é uma doença incapacitante que atinge por volta de 350 milhões de pessoas no mundo.

A doença pode ser desencadeada por fatores genéticos, mas também por disfunção bioquímica no cérebro. Independente da razão, nem todo deprimido se comporta da mesma maneira, nem apresenta, necessariamente, os mesmos sintomas.

Alguns fatores funcionam como gatilho para as crises: traumas, estresses, consumo de drogas, entre outros.

A depressão ataca, na maioria das vezes, as mulheres, devido às variações hormonais, principalmente na gravidez.

PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO
50% DE DESCONTO NA COMPRA

Sintomas associados à depressão:

– Alteração de peso

– Distúrbio do sono

– Sentimento excessivo de culpa

– Fadiga

– Falta de concentração

-Pensamentos suicidas

A depressão é doença que exige acompanhamento profissional de psicólogos, psiquiatras, além de outros especialistas, bem como a correta compreensão do paciente e todos aqueles que convivem com ele.

Existem evidências que a atividade física colabora consideravelmente para a melhora e o controle dos quadros de depressão.

Fontes: Portal Drauzio Varella e Site do Ministério da Saúde

DEPRESSÃO TEM CURA.

CLIQUE AQUI CONHEÇA O MÉTODO DO INSTITUTO MEDITE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido! Dúvidas? Entre em contato. Obrigado.